Jehozadak Pereira.com

A navalha e os picaretas

Posted on: May 23, 2007


No governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, todas as grandes operações da Polícia Federal receberam nomes sui-generis, a antepenúltima delas teve o nome de Operação Hurricane e prendeu 25 pessoas, incluindo juízes, policiais – inclusive federais e bicheiros. O grupo é acusado de comercializar decisões judiciais para garantir o funcionamento de máquinas caça-níqueis. Foram presos dois desembargadores, um juiz trabalhista, um procurador da República, dois delegados federais e o advogado Virgílio de Oliveira Medina, irmão do ministro Paulo Medina, do Superior Tribunal de Justiça. Também foi presa a cúpula do jogo do bicho no Rio, incluindo o presidente da Liga das Escolas de Samba, Ailton Jorge, o Capitão Guimarães, e o presidente de honra da Beija-Flor, Aniz Abraão David.

Gravações telefônicas mostraram a desenvoltura com que o desembargador José Eduardo Carreira Alvim, que liberou através de uma liminar 900 máquinas de jogo, pedia a sua parte “em dinheiro”. As imagens mostraram carros importados de luxo, dinheiro, jóias e relógios e muita movimentação de advogados na porta da cadeia querendo ver os seus clientes, e até a vetusta OAB interferiu reclamando que o direito dos advogados de se avistarem com os presos estava sendo cerceado.

No final de semana passado, novamente a Polícia Federal prendeu 46 pessoas, entre elas o ex-governador do Maranhão José Reinaldo Tavares, empresários, assessores de políticos, funcionários públicos e o empresário Zuleido Veras, o suposto chefe do bando e dono da Construtora Gautama. A operação que recebeu o nome de Navalha, aponta ainda o envolvimento dos governadores Teotônio Vilela Filho de Alagoas e Jackson Lago do Maranhão – cujos sobrinhos Alexandre de Maia Lago e Francisco de Paula Lima Junior, estão presos, além do ex-governador João Alves de Sergipe que teve o filho João Alves Neto também preso, como beneficários ou envolvidos em esquemas de corrupção, desvio de verbas públicas, manipulação de concorrências, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha que atuava na Bahia, Goiás, Mato Grosso, Sergipe, Pernambuco, Piauí, Maranhão, São Paulo, Alagoas e no Distrito Federal.

Já o ministro Silas Rondeau de Minas e Energia, foi investigado por suspeita de corrupção passiva e de ter recebido R$ 100 mil de uma funcionária da Construtora Gautama no seu gabinete, como mostraram as imagens gravadas pela Polícia Federal e mostradas no Fantástico do dia 20. Silas foi devidamente convidado a pedir demissão no dia 22.

As Operações Hurricane e Navalha mostram a cara da corrupção no Brasil, onde autoridades de diversos níveis e setores da vida pública são corrompidos sem a menor cerimônia não importando que sejam magistrados, governadores, ministros, prefeitos, deputados, senadores ou servidores de qualquer instância.

O presidente Lula afirma que nunca na história do Brasil se desmontou esquemas e prendeu tantos corruptos como agora, o que é verdade. Mas, resta saber se a justiça vai condenar e fazer os envolvidos cumprirem as penas. Mais ainda, se o dinheiro desviado vai ser devolvido – o que se dúvida que aconteça, pois pode levar anos para que isto aconteça – se acontecer de fato. Se fosse na América os envolvidos passariam anos na cadeia, mas no Brasil…

Diante da repercussão destes fatos, seria hora de a sociedade brasileira se unir em torno de uma profunda reflexão cujo resultado seria a reforma do sistema de liberação e gerenciamento de verbas públicas no Brasil para que não continue se produzindo milionários as custas do dinheiro do povo. Reforma que poderia se iniciar no parlamento, fechando às portas para políticos corruptos e desonestos, verdadeiros picaretas.

Precisamos entender que o Brasil é grande demais para ficar a mercê de tantos e infindáveis escândalos e que o povo brasileiro não merece passar por tantas vergonhas diante do mundo, como está acontecendo agora.

Advertisements

1 Response to "A navalha e os picaretas"

Irmão Jehozadak, o Brasil precisa de uma grande Navalha para acabar com todo tipo de cultura do roubo que pisou o solo do Brasil em 1500. Não seriedade da população em ser honesto e os meios de Comunicação tem uma grande influência, como vc já escreveu: as novelas que penetram na “alma” e faz moradia eterna.
Publiquei sua matéria sobre os “picaretas” no blog Desabafo País, que vem destacando esse assunto. Faça uma visita e confira. Sucesso em nome de Jesus, shalom, Daniel.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

Estatísticas do blog

  • 173,805 hits

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Join 846 other followers

Twitter Updates

%d bloggers like this: