Jehozadak Pereira.com

Foi-se o Malvadeza

Posted on: July 20, 2007


Morreu o senador Antonio Carlos Magalhães, o ACM. Com ele chega ao fim uma era de truculência e arrogância, personalizados na sua figura. ACM conseguiu transitar entre a democracia e a ditadura com uma desenvoltura fantástica sem o menor pudor ou constrangimento, pois para ele o que valia era o exercício pleno do “puder” a qualquer custo.

Chamado de raposa por causa da sua argúcia e comportamento explosivo, um dia topou com uma raposona maior e mais esperta do que ele. Foi inesquecível o dia em o então presidente Itamar Franco o recebeu a pedido, para que ele – ACM, que apavorava os seus adversários e desafetos com dôssies que na realidade ninguém sabia direito o conteúdo – entregasse ao presidente um dôssie qualquer sobre membros do governo itamariano. Para não ficar refém da versão de ACM, Itamar abriu o gabinete e quando o senador entrou no gabinete encontrou um grande número de jornalistas e fotógrafos para registrar o encontro.

Acostumado a dar a sua própria interpretação dos fatos, daquela vez o baiano ACM foi engolido pela esperteza do mineiro Itamar Franco. A cara de irritação e de frustração de ACM entraram para a história política do Brasil.

Com a sua morte termina um ciclo dos coronéis mandões e arrogantes. Se bem que ainda existe o Sarney. Mas ai é outra história…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

Estatísticas do blog

  • 173,379 hits

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Join 846 other followers

Twitter Updates

%d bloggers like this: