Jehozadak Pereira.com

O meu pai

Posted on: August 12, 2007


Hoje é o dia dos pais, e eu não poderia deixar passar em branco a oportunidade. Ser pai é algo que muita gente não consegue descrever direito a sensação. É querer ver nos filhos, os desejos e sonhos que não realizamos; e não querer que eles repitam os nossos erros. Mas nem todo pai é assim. Tem pai irresponsável que vira as costas aos seus filhos. Já, outros que se pudessem construiriam uma redoma e colocariam lá dentro os seus filhos.

Ser pai é ver nos filhos tudo aquilo que fomos quando crianças, e nos perguntarmos surpresos quem foi que ensinou este menino ou menina a fazer isto? É ter a satisfação e o riso contido a cada traquinagem que os pequenos fazem, ou ficar muito bravo quando aprontam alguma coisa. Ser pai é entender, suprir, amar, amparar, ensinar, educar, repreender, corrigir e orientar sempre. Também é aprender com os filhos, e eles têm sempre alguma coisa a nos ensinar.

Mas até que cheguemos a isto, passamos raiva com os nossos pais. Eu mesmo só pude entender algumas atitudes do meu pai, quando me tornei um. Só pude compreender alguns atos do meu pai com meus filhos, quando me tornei o avô da Sophia. Algumas das minhas atitudes que eram incompreensíveis para meu pai, eram perfeitamente toleráveis nos meus filhos. Ele me dizia – e diz – que avô é pai duas vezes – e por isso tolera – e acha graça – quando os netos fazem alguma coisa que no passado ele abominava em mim.

E não é que hoje eu procedo do mesmo modo com a minha neta? Dizem que é coisa de pai. E é mesmo. Penso que temos de melhorar as histórias dos nossos pais. Explicando melhor, cada um de nós recebe uma história de vida, e temos de obrigatoriamente torná-la melhor.

Outro dia eu palestrava para um grupo de pais, e falava sobre pais que maltratam seus filhos, porque foram maltratados pelos seus pais. Uma senhora, disse que aquela era a história da vida dela – durante muitos anos havia agredido os seus filhos, porque seu pai a agredia quando criança. Disse que havia se arrependido e pedido perdão aos seus filhos por causa daquelas atitudes. O que quero dizer, que se você foi maltratado ou vilipendiado por seu pai, não significa que tenha de fazer o mesmo com os seus filhos – dai a nossa obrigação de melhorar a história que recebemos dos nossos pais.

Aprendi com meu pai lições de honradez, de sinceridade, de caráter, de como agir em muitas situações, e busco passá-las aos meus filhos, e espero ser um bom pai do mesmo modo que o meu foi – e é – para mim. Ser pai é fazer sacrifícios para que os filhos tenham coisas e oportunidades que ele não teve; é abrir mão – às vezes – dos próprios sonhos, e projetos em favor dos filhos.

Por estas e outras razões é que lembrei-me de tudo aquilo que meu pai abriu mão para que eu tivesse e pudesse ter coisas que ele não pode ter. Lembrei-me de quantas dificuldades passamos e de todo o esforço dele para que fossemos pessoas dignas e honestas, e de como nos protegeu das interferências externas. Tenho o meu pai comigo – ainda que a distância teimosamente nos separe – e tenho orgulho do pai que tenho. Muitos dos que irão ler esta crônica, já não tem os seus pais – porque estão longe, ou porque já partiram, mas quero homenagear a cada um na figura e na presença do meu pai, a quem respeito, honro, amo e admiro, e tenho a certeza de que ele é o maior homem do mundo, como o seu também é.

Se eu conseguir ser para os meus filhos, um pouco do que meu pai foi para mim, dar-me-ei por satisfeito. Se representar para minha neta, o que meu pai representa para os meus filhos, serei – sem dúvida nenhuma – um homem extremamente feliz.

Advertisements

1 Response to "O meu pai"

Jehozadak, parabenizo pelo o dia dos país. O nosso grande PAI é celestial e eterno, nos deu seu único filho para morrer por nós.
Gostaria que você comentasse a respeito das colocações do Pastor Ricardo Gondim que geraram muita confusão e divisão na “Igreja Betesda” de Fortaleza(CE), de 99 congregações, 36 se separam.
Shalom,
DANIEL.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

Estatísticas do blog

  • 172,845 hits

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Join 846 other followers

Twitter Updates

%d bloggers like this: