Jehozadak Pereira.com

Os otários, a mentira e a lei

Posted on: August 31, 2007


Atrasada a Rede Globo veiculou no último domingo matéria no Fantástico sobre os 27 brasileiros presos em Chelsea, Massachusetts, quando se preparavam para ir receber os tão sonhados documentos americanos que haviam comprado de um agente infiltrado. Foi o que bastou para que as lideranças comunitárias no estado vissem mais uma perseguição – inexistente por sinal – contra a comunidade brasileira em Massachusetts.

Os jornais brasileiros no estado veicularam – antes da Globo – matérias contando cada detalhe da operação e de como o tal agente se infiltrou na comunidade e conseguiu incriminar os brasileiros, que crédulos cairam feito patos na armadilha montada.

O caso não se trata de um caso isolado e basta assistir programas policiais transmitidos nacionalmente para ver que o mesmo acontecem em quase todos os estados americanos.

Não passa uma semana sem que armadilhas semelhantes incriminem cidadãos, as vezes acima de qualquer suspeita. Ou dia mesmo, um programa mostrava a famosa California Highway Patrol, deixando em pontos estratégicamente escolhidos carros que pareciam abandonados, mas que eram vigiados a distância por câmaras de vídeo, e policiais escondidos nas cercânias, além de equipados com câmaras internas e GPS para rastrear e monitorar o veículo.

Alguns minutos e pronto! Alguém acabara de cair na armadilha montada e arrancava com o carro, que era parado algumas esquinas adiante e o “ladrão” preso com todo o aparato que certamente vai servir para condená-lo na corte mais próxima. Numa única noite o mesmo carro serviu de isca cinco vezes. Um dos que o roubaram era um adolescente de 16 anos, e que nunca havia roubado nada, mas segundo o inspetor que o prendeu, pegaria uma pena de de minímo cinco anos. Ou seja, o garoto, que nunca havia se metido em problemas, foi induzido a roubar e vai pagar caro por isso.

Outro caso, aconteceu em New Mexico, onde num fim de tarde policiais mulheres foram para as esquinas de um bairro, onde se passavam por prostitutas para atrair supostos clientes, que eram presos tão logo aceitavam pagar pelos favores sexuais. Tudo gravado, filmado e documentado para que o “criminoso” não consiga sair impune.

Um dos presos nesta armadilha, chorava o tempo todo, e dizia que a única coisa que queria era descontrair depois de um dia de trabalho antes de ir para casa, e teve a sua vida totalmente exposta de modo indesejado.
Em contraste, sorridentes e orgulhosos chefes de polícia cumprimentavam diante de repórteres os agentes pelo sagrado cumprimento do dever de tirar de circulação “criminosos” em potencial.

Claro, que quem se mete a comprar documentos, roubar carros aparentemente abandonados ou contratar prostitutas, está em busca de confusão e não vai escapar impune, de pelo menos um constrangimento pessoal. Só vão se dar conta de que cairam num conto mentiroso quando são algemados e levados para a cadeia e dai para a corte.

A lei americana permite que se minta quando as razões são de segurança do estado, da segurança pública ou mesmo para combater uma suposta criminalidade. Com isto, milhões de dólares são investidos todos os anos na busca de ludibriar, mentir, prender e condenar.

Tais métodos podem ser questionados, mas são aceitos por juízes e magistrados como provas de crimes que teoricamente são cometidos por indução.

Quem se deixa cair nestas armadilhas não tem a menor chance diante de tantas evidências que são colhidas e apresentadas. No entanto não custa nada desconfiar de supostas vantagens oferecidas, e lembrar que quando a esmola é demais o santo desconfia. Por trás do português falante e simpático, do carro aparentemente abandonado ou do convite ao sexo fácil, pode estar a espera do próximo otário um par de algemas…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

Estatísticas do blog

  • 173,660 hits

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Join 846 other followers

Twitter Updates

%d bloggers like this: