Jehozadak Pereira.com

Filhos violentos – parte 2

Posted on: October 9, 2007


Jehozadak Pereira

Recebo às dezenas e-mails como o de Antonia B., falando que seus filhos são agressores contumazes, e que não sabem o que fazer. É complicado aconselhar alguns casos, pois sempre há um agravante na história toda que nunca é revelado. Anos atrás conheci uma mãe que apanhava da filha que na época tinha 14 anos. A mulher já havia se acostumado a apanhar e não reclamar, até o dia que apanhou da caçula que tinha 10 anos. Ela era espancada por motivos fúteis e filhas não estavam nem ai para ela. Uma vez ela levou um chute da filha mais velha no rosto que quebrou o seu maxilar. No hospital os médicos queriam saber o que havia acontecido, e ela não pode esconder a verdade.

O caso foi entregue a uma assistente social e as meninas passaram por uma longa terapia, até que se corrigissem definitivamente. Conversando comigo ela dizia que tardiamente havia descoberto os motivos das surras que levava das suas filhas – ela sentia que havia criado as filhas com desdém e pouco se importava com o bem estar delas.

Mas isto não justifica de modo algum as agressões fisícas e emocionais. Fatos como estes eram raros décadas passadas, mas o dito progresso, a frouxidão com que alguns pais criam seus filhos tornam algumas convivências insuportáveis.

Há ainda a negligência com que alguns filhos são criados, ou aqueles que maltrataram seus pais e agora são maltratados pelos seus filhos.

T tem quase setenta anos, e para sua tristeza está muito longe dos seus filhos. Às vezes chora de solidão junto com a sua mulher. Algumas vezes ele foi agredido pelos filhos. Alguns ele não vê a anos, e sequer sabe por onde andam. Na infância deu-lhes tudo o que eles precisavam e sequer pediam. Pensava que os criava com disciplina. Durante a sua vida algumas vezes agrediu seu pai, que bebia e certa vez na sua casa ao receber a visita inesperada dos seus pais, os fez entrar por uma porta lateral e os escondeu dos amigos distintos que o visitava na ocasião. Disse às visitas que eram parentes do interior que haviam chegado. O resultado ele pode colher em Provérbios 30.11. Tempos depois um dos seus filhos o colocou para ser serviçal em sua casa junto com a sua mulher. T esqueceu-se da mais elementar prescrição bíblica que está contida em Deuteronômio 5.16.

T colheu na sua vida a agressão com que agrediu seu pai, e a humilhação com que impôs a sua mãe. A Bíblia não erra. A bênção pela bênção, a maldição pela maldição.
Pais agredidos e mães humilhadas são uma constante em muitos lares.

Infelizmente.

Alguns até com brutalidade chocante. Lembro de uma história que meus filhos contavam de um colega de classe que batia na mãe diariamente sem qualquer motivo, uma vez que a mãe não podia reagir às agressões.

Alguns podem justificar a atitude de T dizendo que ele agiu certo ao agredir seu pai. Errado. Deuteronômio 5.16 diz claramente Honra a teu pai e a tua mãe, como o Senhor teu Deus te ordenou, para que se prolonguem os teus dias, e para que vá bem na terra…, a ordenança é clara honrar pai e mãe. Alguns poderiam me dizer que eu não conheço seu pai ou não sei da atitude da sua mãe. A Bíblia fala que é para honrar independentemente do que eles são.

Como agir em caso de agressão? Exponha o agressor diante das suas amizades, pois muitas vezes eles tem um comportamento diferente nos seus locais de convívio. Foi o que eu recomendei para uma mãe que que escreveu anos atrás. O filho batia nela e na irmã por qualquer motivo. Um dia numa festa ela foi agradada por ele diante de todos e algumas pessoas elogiaram o comportamento dele. Quando ela me perguntou o que fazer eu disse que ela deveria na próxima vez expô-lo publicamente. E foi exatamente o que ela fez.

Na festa de noivado dele, novamente ela foi agradada, e não perdeu a oportunidade. Diante de todos expôs o filho agressor, e contou o seu tormento durante os anos todos. Disse para a futura nora que o que a esperava eram agressões e maus tratos. Um choque para todas as pessoas. Não é preciso dizer que não houve noivado algum, e o filho ficou perplexo com a atitude da sua mãe.

Constrangido ele buscou ajuda e jamais tornou a agredir a mãe e a irmã. Três anos depois no dia do seu casamento, ele discursou e emocionou a todos ao dizer que amava ainda mais a sua mãe e que a atitude de coragem dela diante de todos salvara a vida dele, e que nunca mais ele agiria daquele modo insano e inconseqüente.

E foi o que eu recomendei a Antonia B. Que ela e o marido reagissem contra o filho. E foi o que eles fizeram. Quando Fabrício começou a xingá-los, eles botaram ele para correr, quando ele partiu para cima deles. Um spray de pimenta e uma máquina de dar choques intimidaram o covarde. Não satisfeitos eles colocaram fogo no computador, nos livros, nos jogos, nas roupas, tênis e sapatos, além de chamar os parentes para denunciar o agressor, e telefonaram para os pais dos amigos do filho. Além de não deixá-lo entrar em casa por uma semana.

Desamparado pelos amigos jogadores de rpg, humilhado diante de todos e sem possibilidade de agir de outro modo, restou ao ex-valentão pedir perdão ao pai e mãe, e se consertar. O e-mail de Antonia B., é daqueles para se guardar a vida toda, e Fabrício certamente aprendeu uma lição da qual jamais vai esquecer. Ela diz ainda que falou para o filho que jamais vai apanhar dele novamente, e que se ele ousar fazer isto ela vai jogar água fervendo na cara dele. É sem dúvida um bom modo de convencimento, e que certamente vai tirar qualquer ímpeto de fúria de Fabrício.

Eu não imaginava que ela fosse tão longe.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

Estatísticas do blog

  • 173,379 hits

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Join 846 other followers

Twitter Updates

%d bloggers like this: