Jehozadak Pereira.com

Uma ilha chamada Fausto

Posted on: April 9, 2012


Jehozadak Pereira

Este texto foi escrito em 18 de setembro de 2010 e desde então o protagonista continua isolado…

Isolado. Totalmente isolado, porém tendo somente a companhia do seu fiel escudeiro que cada dia mais faz ares de afetado e com um semblante de falsa e ensaiada indignação, apoiados por uma entidade que apoiou o candidato republicano nas últimas eleições presidenciais. O calvário do ilhado Fausto começou na terça-feira, 16, quando ele se deu conta da nota de esclarecimento dos jornais comunitários de Massachusetts, acerca do boicote proposto por ele contra os anunciantes dos jornais. Fausto e o seu escudeiro são onipresentes no rádio. Saem de um programa para outro onde pregam sempre para os mesmos ouvintes que se repetem nos dois programas. No primeiro deles, Fausto tomou uma esfrega tão grande de Carlos DaSilva que só não se perdeu o rumo de vez porque está ilhado na sua falácia sem sentido e sem destino.

Habilmente Carlos perguntou a Fausto do apoio da entidade que lhe dá suporte acerca da adesão aos republicanos. Pego de surpresa Fausto engasgou, tossiu e disse que o apoio era por causa das propostas dos republicanos nas questões do aborto e do casamento gay.

Ah bom! Sem se dar conta de que havia sido pego na mentira Fausto mudou o rumo da conversa para uma matéria publicada no jornal Brazilian Times e em seguida agradeceu a Deus mais uma vez porque segundo ele, o mesmo jornal que publicava a nota de esclarecimento, veiculava uma reportagem que segundo ele foi sua indicação completando que iria denunciar o BT por plágio sem esquecer de citar a “falta de ética” dos “jornaizinhos”.

De ética Fausto deve entender bastante já que literalmente passou por cima do Board do Centro do Imigrante Brasileiro tantas quantas vezes quis passar, desrespeitou seus companheiros do modo como bem entendeu e na hora que achou que devia fazê-lo. Ele realmente pode dar lições de ética como um “líder” comunitário.

Fausto passou todo o seu programa da terça-feira caindo em contradição. De tão perdido que estava na mesma hora dizia uma coisa e em seguida se desdizia. Isolado pela verdadeira liderança comunitária que se insurgiu contra ele com atitudes firmes e coerentes principalmente quando mostrou que a comunidade brasileira não está apoiando a proposta de boicote de Fausto. Aliás, os programas são sofríveis. Há um certo ar de déjà vu, de algo forçado, dos auto-elogios baratos e tão reais quanto uma nota de US$ 4.

Outra coisa que Fausto não suporta e talvez por isso é que queira um boicote aos anunciantes dos jornais é que estes alcançam muito mais gente do que os seus programas que têm alcance limitado e principalmente porque estão confrontando-o insistentemente.

No começo era a pregação ao boicote puro e simples ao Census 2010. Depois que foi devidamente confrontado e desmascarado, Fausto mudou de estratégia e passou a falar em “reforma imigratória” e para tentar se defender dos jornais, disse que estes estavam contra a legalização. Incontinenti foi desmentido pela nota de esclarecimento e mais uma vez ficou sem argumento, pois definitivamente não contava com a pronta reação dos veículos de comunicação.

Não se sabe ainda a serviço ou a mando de quem Fausto está, o certo é que algo de estanho há no ar e ele ainda não se deu conta de que hoje é somente uma caricatura do que já tentou ser um dia. Se num passado recente lutava pelo bem do trabalhador, hoje ao se aliar a radicais que nada tem a ver com a comunidade brasileira, se permitiu ser manipulado, além de passar por um processo de lavagem cerebral, tal como pretende fazer com seus ouvintes. Seus antigos companheiros e apoiadores de luta em favor do bem comum já não querem mais ser vistos ao seu lado, o que contribui para o seu isolamento total. Uma frase dita por uma destas pessoas um dia destes ilustra bem o que Fausto anda fazendo. Disse a pessoa, que pior que cuspir no prato que se comeu é fazer cocô neste mesmo prato. Mas o que é isto para quem está isolado numa ilha…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

Estatísticas do blog

  • 173,385 hits

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Join 846 other followers

Twitter Updates

%d bloggers like this: