Jehozadak Pereira.com

O fim – merecido – de um rato

Posted on: September 11, 2012


Jehozadak Pereira

Já escrevi muitos textos sobre o 11 de setembro de 2001, o que considero o dia infamia. Hoje vou postar este texto que escrevi sobre a caçada que terminou com a morte de Osama bin Laden.

Good bye Geronimo

Quase 10 anos depois, uma tropa de elite americana colocou aos tiros o fim de uma caçada que se intensificou depois do maior atentado terrorista de todos os tempos em New York que fora ordenada por Osama bin Laden, líder da Al Qaeda e que matou milhares de pessoas e transformou o mundo de forma que jamais foi o mesmo depois.

Apostava-se que bin Laden estava enfurnado em algum buraco nas montanhas do Afeganistão e por lá era procurado desde setembro de 2011, porém a CIA descobriu que ele possivelmente estava escondido perto de uma base militar no Paquistão, numa mansão que foge totalmente dos padrões locais por diversos motivos. Um deles era a total falta de linhas telefônicas e de internet, itens básicos em qualquer tapera ao redor do mundo. Um trabalho de investigação fez ver que ali na casa – um complexo fortificado e protegido no pés das montanhas em Abbotabad, morava alguém muito importante e caçado no mundo todo.

As narrativas nos dias subseqüentes mostram que o principal morador da casa foi discreto o tempo todo e a ausência de linhas telefônicas e de internet foram sem dúvida alguma os principais motivos que evitaram que Osama fosse identificado e preso ou morto antes.

Dá para imaginar o aparato de segurança e de cuidados que o cercavam e que formavam uma verdadeira rede de silêncio e aparente cumplicidade das autoridades paquistanesas que sequer foram informadas da expedição americana que exterminou com o maior chefe terrorista da história.

Aparato que diante do profissionalismo e preparo dos americanos de nada adiantou porque certamente os profissionais extremamente treinados e preparados não deram nenhuma chance ao staff de bin Laden e terminaram por matá-lo sem nenhuma baixa a não ser um helicóptero que apresentou problemas e foi destruído no local.

O mundo civilizado aplaudiu a missão americana e há um certo alívio e ao mesmo tempo preocupação por esperar uma onda de atentados terroristas de fanáticos religiosos que certamente irão querer vingar um dos homens mais temidos da nossa época.

Ou seja, por mais que se preocupem e se previnam as autoridades sempre haverá uma ponta solta para que gente do quilate de Osama bin Laden cometam suas infâmias e crueldades que diga-se nada tem a ver com a prática do islamismo segundo dizem os especialistas.

O êxito na caçada a bin Laden fez subir de imediato a popularidade de Barack Obama que com extrema sensibilidade e tranqüilidade comunicou ao mundo a morte do terrorista e foi aplaudido por todos, inclusive republicanos que não podem lhe tirar mérito de ter coordenado pessoalmente a missão de extermínio.

Há quem diga que Obama caminha a passos largos para a reeleição pois logrou fazer aquilo que seu antecessor – George W. Bush tentou e não conseguiu fazer e se conseguir será por seus próprios méritos. A grande realidade é que o governo americano devia ao seu povo e sua gente e também a mundo a captura – vivo ou morto de Osama bin Laden que vai entrar para a história como um homem covarde, frio, arrogante, dissimulado, sanguinário e que nunca hesitou um instante sequer em ordenar o massacre de civis para tentar impor o seu jugo e para evitar que sua sepultura se transformasse num lugar de peregrinação, ordenou-se que seu corpo fosse jogado ao mar para certamente servir de repasto aos peixes.

Certamente a missão da brava e destemida tropa de elite se transformará num filme de sucesso e prêmios garantidos. O terrorismo mundial e seus mandantes já sabem que jamais estarão seguros em qualquer lugar, Obama vai ser reeleito a depender dos últimos dias, Osama bin Laden foi varrido para o lixo da história e será com tempo lembrando como um covarde que a exemplo de outros tiranos mandou fazer e depois se escondeu candidamente em algum buraco ou bem protegido por muros e segurança extrema que de nada adiantaram. A frase chave de tudo isto será sem dúvida a que comunicou que Geronimo já era. Uma pena que tarde demais…

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

Estatísticas do blog

  • 173,386 hits

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Join 846 other followers

Twitter Updates

%d bloggers like this: